quarta-feira, 28 de março de 2012

O início



A situação

Sim, é mais ou menos assim que eu fico todo final/início de mês.



Sento para fazer o balanço do mês e verificar que ainda estou endividado, e de fato permanecerei assim até Agosto/2012. Não vou declarar aqui dados muito pessoais e nem declarar os vários motivos do endividamento, o que não mudaria em quase nada o fato de que estou endividado.


Vamos a alguns fatores:

Tenho um consignado, no qual estou devendo o valor de uns R$ 8000,00 a financeira.

Juros baixo, coisa de 2,5% a.m. Era da empresa onde eu trabalhava, pedi demissão, descontaram uma merreca, mas não tive como pagar o valor total (me ofereceram para pagar por volta de R$ 4500 para quitar) e não tive nem interesse de pagar as parcelas, que eram de aproximadamente R$ 600,00, pois eu já estava endividado com outras coisas e também o valor era alto.

Beleza, tenho dívidas de cartão de crédito por mês de aproximadamente R$ 1600 , isso só de mensalidade de cartão, ainda não falei dos gastos fixos mensais.

Tenho um outro empréstimo que tive que pegar no banco, R$ 5000 em 12x R$ 583,75, taxa de 4,99% a.m. (sim foi o único que consegui pegar para me desafogar), que termina em Novembro.



Os gastos em geral, que incluem, no momento, farmácia, compras no mercado ficam em torno de R$ 500,00, isso sem incluir saídas, jantares e outros gastos, os quais não tenho tido mesmo.


Bom, agora vamos falar das dívidas fixas: aluguel, condomínio, luz, telefone, internet, gás, colégio dos filhos, planos de saúde, lanche para escola e etc, ficam em torno de R$ 2286,00 (sim, alto).


Estou fazendo um curso, pois necessito para crescimento profissional, não tinha como não fazer, valor: R$ 129,00 até Abril/2013.

UFA! Agora vamos a parte "boa", os ativos:



Ganhos líquidos, ficam em torno de R$ 5000,00 por mês.

Então vamos ao resumão:





É, isso mesmo que vocês estão lendo, mensalmente eu devo aproximadamente R$ 100,00, ainda tem a dívida de R$ 8000 do empréstimo (que está lá, esperando o pagamento).

Como eu tenho "me virado" para não me ferrar de vez?
O banco onde tenho conta disponibiliza um cheque especial durante 10 dias sem que seja cobrado os mais de 10% de juros e eu pago algumas contas no cartão de crédito, com vencimento no dia 10.
Recebo quinzenalmente, o que faz com que eu tenha um tempo para "respirar".
Fico no negativo no dia 10, pois pago tudo, recebo dia 15, me livro de pagar a taxa do cheque, pago outras coisas, fico praticamente no 0 a 0 até chegar o dia 31 e eu ver dinheiro na conta novamente.

Por ser um "processo" complicado de explicar, prefiro não me ater muito a fazer isso.

Soluções


Bem, como eu disse, os gastos com cartão vão diminuir gradativamente, até por que não tenho comprado nada parcelado. Então, temos uma diminuição da dívida do cartão, segundo segue abaixo:



Ou seja, em Outubro, eu consigo pagar o que "ficar pra trás" até lá e consigo respirar em paz novamente.

As dívidas fixas, como eu disse, são fixas, não tem como diminuir, incluem gastos que eu já estudei possibilidades e infelizmente não podem ser alterados.

Os gastos com mercado/remédio e outras coisas, eu tenho levado bem, estou estudando no momento opções de desconto em farmácias.

Não tem mágica, o negócio é esperar o tempo passar e ir me virando até lá, já estou estudando a possibilidade de outras fontes de renda também.

Esse mês meu cartão fechou em R$ 3635,31. Pois é.

Eu tinha esquecido, tenho um produto de "luxo" que coloquei a venda para tentar arrumar uma grana, um iPhone 4, pois é, eu tenho iPhone, hahahaha. Estou tentando vendê-lo a R$ 1000, assim ficarei um pouco menos endividado.

Bom, é isso, esse é meu início.

O que procuro aqui não críticas aos meus atos passados, mas sim dicas e compartilhamento de informações que me ajudem a sair dessa, até por que eu estou ciente dos meus erros e estou buscando consertá-los e não fazer mais isso.

Conto com a ajuda de vocês.

Abraços.


54 comentários:

  1. uau, nem sei o que te dizer :S
    mas pelo visto está com a cabeça no lugar e se planejando para resolver o problema, isso é o mais importante
    boa sorte!
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então... não tem muito o que dizer.

      Errei e agora tenho que arcar com as consequências.

      Mas, se você reparou bem, minhas dívidas só vão durar até o final desse ano, que é quando eu pretendo juntar a grana para pagar os R$ 8000, do empréstimo, e entrar o ano de 2013 sem dívidas. Mas isso será assunto de um outro post, hahaha.

      Obrigado pela visita e pelo comentário, se puder e quiser me seguir.

      Beijos.

      Excluir
  2. Eu tbm sou carioca, mas acho que o blog esta errado, deveria ser carioca devedor... alias quase todos os cariocas em sua maioria vivem assim eu que caminho de forma diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o título do blog estaria errado se eu não tivesse como sair dessa situação, uma vez que eu sei como sair da situação e também tenho certeza que farei isso, então o título pode ser esse.

      De qualquer forma, te parabenizo por você ser diferente dos demais.

      Excluir
  3. Ah em cima é Consertar com S, não é para criticar é para ajuda-lo no português.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, já consertei, digitei rápido e acabei escorregando no português.

      Já ajudá-lo também tem acento, hahahaha!

      Valeu.

      Excluir
    2. Sim vc esta correto e é isso aí um ajudando ao outro mas não precisa dar risada no final tbm ne? O intuito era ajudar mesmo.

      Excluir
    3. Eu sei, estou brincando com você.

      Abração e mais uma vez, obrigado.

      Excluir
  4. Olá Carioca, já viu que tem que mudar o rumo não é? Então boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, e a ideia é exatamente essa.

      Entrarei 2013 com o saldo positivo e se possível formando colchão de segurança para posteriormente investir.

      Se quiser me segue aí, para acompanhar.

      Abração.

      Excluir
  5. Rapaz voce esta parecendo o meu irmão...força amigo...no começo é assim mesmo...estou te adicionando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os meus erros estão servindo de aprendizado, espero nunca mais ter que passar por essa situação.

      Obrigado pela força.

      Excluir
  6. Parabéns! (Brincadeirinha... kkkk)

    Nisso não tem muito segredo, as suas receitas tem que ser maiores que seus gastos. Do contrário vc quebra.

    Primeira coisa é zerar esse rombo mensal de R$100,00. Não posso te dar uma dica direta pois não conheço detalhes da sua vida. Mas sempre temos algo a cortar na nossa vida. Os seus remédios não podem ser pegos gratuitamente ou ao menos com um mega desconto via genéricos? Que tal ficar com uma internet meia-boca (que nem daquelas de 0,50 dia) pelo menos até vc resolver a situação? Ou radicalizar de vez... Colocar um telefone de R$30,00 sem direito a internet, pelo menos até vc acertar as contas.

    Outra coisa... se vc sentir que as dívidas vão perder o controle, não pense duas vezes: tente fazer um acordo, se os credores nem quiserem te ouvir, vá para o Juizado Especial Cível (pequenas causas) e faça um acordo razoável via judicial. O Juiz tende a conciliar os interesses das duas partes.

    Vc não está numa situação confortável, mas também não é o fim do mundo.

    Um abraço e vc já está adicionado no meu blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, está longe de ser o fim do mundo, eu diria.

      Olha, a internet eu não posso cortar e nem baixar a velocidade, pois preciso dela para trabalhar.

      Acredite, estou tentando enxugar muita coisa, ainda estou pensando em soluções para isso, está difícil, mas vou procurar uma solução para diminuir os gastos.

      Abração e muito obrigado pelo comentário.

      Excluir
    2. Olhando por cima vc só pode cortar nas "outras coisas" e no etc...

      Mas pense em cortar "na carne" como se diz no dito popular, pois será só por alguns meses.

      Agora tem outra coisa... Não tinha reparado que a dívida de 8000 está parada, correndo juros... Pense seriamente levar isso para o judiciário (pequenas causas) antes que vc entre numa bola de neve amigo.

      Abraço!

      Excluir
    3. É, eu estou pensando seriamente em fazer um corte em uma conta fixa que talvez me proporcione mais uns R$ 200, no final do mês, talvez um pouco mais. Postarei aqui, caso eu realmente faça isso, explicando as razões.

      Estou muito confiante de que venderei o telefone, assim terei mais R$ 1000, para pagar algumas dívidas.

      O empréstimo, como eles me ofereceram para quitar com aproximadamente R$ 4500, a uns meses atrás, eu acredito que quando tiver com a grana eles farão algum tipo de acordo, pelo menos acredito muito nisso.

      Posso negociar de quitar tudo ou de parcelar, vou falar sobre isso em outro post, em breve.

      Abração.

      Excluir
    4. Se eles te ofereceram por 4500, é porque eles estão dando como perdido esse empréstimo.
      Pelo o que eu vi com outras pessoas, vc tem que avisar eles que pode pagar e aí terá que esperar eles retornarem o contato, pois na hora que vc comunicar não haverá acordo.
      Abraço!

      Excluir
    5. Na verdade foi isso que fiz, eu informei que não tenho como pagar e que só terei a quantia lá pra Outubro ou Novembro, eles até pararam de me ligar, talvez liguem oferecendo algum acordo nesse período, assim eu fecho o acordo com eles e pago.

      Abração.

      Excluir
  7. curti! bom ver alguem "de verdade" na blogosfera.. digo de verdade pq todo mundo é tao cheio de dinheiro, aportes e etc e vc nao.. é lutador.. ta ai na briga.. vc é o tipico brasileiro.. curti! boa sorte, meu caro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, brother.

      Na verdade o pessoal que é cheio de dinheiro talvez não tenha passado por problemas que eu passei, por escolhas erradas.

      Eles fizeram escolhas certas, no momento certo e estão colhendo seus frutos.

      Eu fiz escolhas erradas em momentos errados e também estou colhendo meus frutos, mas aprendi muito com os tombos e a ideia é não voltar a cometê-los.

      Obrigado pelos votos.

      Abração.

      Excluir
  8. Já que eu não vou pagar sua dívida,só posso desejar boa sorte e sugerir que você venda um celular também ( se sua família tem mais de um )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E a idéia nem é essa (que você pague minha dívida), hahahaha.

      Se eu arrumasse alguém pra pagar minha dívida, talvez não tivesse a cabeça que tenho hoje para fazer as coisas da forma correta, mas entendi sua brincadeira. ;)

      Como disse, estou tentando vender o iPhone pra ficar um pouco menos endividado.

      Obrigado pelos votos.

      Grande abraço.

      Excluir
  9. Rapaz.. sua situação esta longe de ser feia... conheço uma penca de gente que ta com consignadoa até os tubos, e devendo uns 100 mil reais na praça, ganhando bruto de salário uns 7k ...

    Uma dica, faça antecipações de IR e 13 para pagar dividas caras, vc encontra taxas melhores nestas antecipações, e ai vc melhora seu fluxo de caixa.. q aliás é o problema da maioria dos brasileiros e por vários meses meu tbm. E controle total e absoluto, se comprar uma bala joga na planilha, tensão uns 8 meses resolvem ...

    Segundo esse seu emprestimo de 8000, bixo da um jeito nisso, juizado eh mto stress e ficar devendo o banco inventa taxa disso e taxa adicional e não sei o q... feio o negócio... ou vc larga de mão e paga a metade daqui uns 3 anos... kkk

    Sucesso,

    RD

    PS: O título do blog podia ser Carioca abrindo os olhos rsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, como eu disse, a situação não está tão ruim assim, pois é contornável.

      Não consigo mais crédito na praça por estar devendo o tal empréstimo de R$ 8000. O controle total eu estou praticando, quase não tenho gastos que não sejam realmente importantes.

      O lance do empréstimo, pela taxa ser baixa e pelo conhecimento que eu tenho dela, nem vai ser tão complicado pagar isso em Dezembro ou Janeiro, até por que não terei como mexer nisso.

      Uma solução talvez seja começar a negociar isso em Setembro ou Outubro, quando as dívidas de cartão diminuírem.

      É, o nome do blog eu escolhi pelo futuro que pretendo ter, hahaha.

      Obrigado.

      Grande abraço.

      Excluir
  10. Força Carioca, é questão de tempo quando as dívidas acabarem, você poderá investir.

    Abç

    ResponderExcluir
  11. Oi Carioca!

    Sua situação não está tão feia assim, mas seria interessante você tentar renegociar alguma dívida a juros mais baixos ou cortar algum gasto (isso é mais fácil dizer do que fazer!) para que sua renda seja suficiente para fechar o mês, pelo menos, sem prejuízos. Com o tempo, as despesas de cartão de crédito e empréstimos tendem a diminuir, o que é ótimo. Com paciência, foco e disciplina, não demorará muito para voce conseguir "sair do vermelho" e estar discutindo possibilidades de investimento comigo e com os demais colegas investidores.

    Um abraço e boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou estudando a possibilidade de diminuir um dos meus gastos fixos.

      Obrigado pela força.

      Abração.

      Excluir
  12. Olá Carioca
    O lado bom da blogosfera é que encontramos pessoas de todos os perfis. Tem desde milionários até os devedores. Sua situação é a maioria da população brasileira. Com certeza você contornará sua situação devido a sua determinação em resolvê-la.
    Uma sugestão: coloque um blogroll no seu blog para que os outros te coloquem nos deles.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, é verdade.

      Vou fazer o blogroll.

      Obrigado, abração.

      Excluir
  13. Acredito que esse blog o ajudará a manter a disciplina enquanto você resolve essas dívidas. Espero logo estar fazendo comentários em relação a formação do seu patrimônio, colchão de segurança, mais adiante ações e etc. Corta tudo aí, até ficar no azul :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Don Vito, em breve estaremos debatendo sobre os muitos ativos, hahaha.

      Abração.

      Excluir
  14. Rapaz,

    como a Ostra disse: ainda bem q vc tem consciência de que precisa se livrar disso e está fazendo por onde.

    Desejo muita força vontade pra seguir esse planejamento (zerar o cartão).

    Espero que você passe de agente deficitário para superavitário, como é classificado no mundo das finanças! =]

    Ou seja, entre no mundo dos investimentos!

    Mas por enqto, como vc tem empréstimos de juros altos, não tem jeito, tem que quitar eles primeiro pra depois começar a investir algo.

    []s!

    ResponderExcluir
  15. Olá Carioca!

    Poderia ser pior, vc poderia viver em SP, com esse frio medonho que está aqui, rsrs

    Falando sério, sua situação não é tão ruim assim, é perfeitamente contornável em um prazo curto. Conheço pessoas que ficaram devendo meio milhão de reais e levaram anos pra se acertar.

    Vc tomou consciência que deve mudar e tomou as rédeas da situação, agora é questão de planejamento extremo, já que todo cuidado é pouco, e ter paciência.

    Logo estaremos tratando de seus aportes.

    Boa sorte!

    Corey

    ResponderExcluir
  16. Carioca, bom dia,

    Pelo que foi descrito no seu post inicial, as suas despesas são as normais de qualquer família e há pouca margem para redução - a não ser as já apontadas pelo Eike Rico, que servirão apenas para equilibrar o seu orçamento.

    Não sei se isso é possível, mas me pareceu muito evidente que a solução para o seu problema seria a busca de uma nova fonte de renda - trocar de emprego, fazer um concurso público, fazer alguma atividade produtiva complementar nas horas vagas, etc.

    Tudo isso vai depender de fatores não disponíveis no seu relato, tais como: sua formação profissional, se sua esposa já trabalha, se existe horário disponível ou se vocês tem alguma habilidade que possa ser transformada em renda.

    Apenas a título de exemplo cito: a) concursos públicos que andam pipocando por aí o ano inteiro (parece difícil mas não é impossível - se fizer essa escolha opte por estudar em casa e não em cursinhos, pois seria uma despesa a mais e geralmente se perde muito tempo ouvindo coisas que já sabemos e por incrível que pareça, piadas sem graça e relatos de "causos" dos professores que são pagos para dar aula); b) Fazer doces/bolos para vender na vizinhança; c) Venda de bijuterias ou de perfumes; d) Digitar monografias e trabalhos escolares (eu fiz muiito isso, no tempo das vacas magras e dava um bom reforço no orçamento); e) Realizar algumas atividades domésticas, que normalmente pagaria por elas, como lavar o carro, pequenos consertos em casa, etc.

    Bem, são apenas idéias que me ocorreram e algumas que utilizei quando estava na pindaiba.

    Lhe desejo sorte e perseverança.

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas idéias.

      Eu estou estudando uma outra fonte de renda, provavelmente traga alguma novidade até o final do mês que vem, pelo menos estou me planejando para isso.

      Obrigado e abraços.

      Excluir
  17. Amigo, obrigado pela a leitura do meu blog.
    Em relação ao seu, fico muito feliz de compartilhar os seus problemas já afirmando que mudou o modo de pensar!

    Tenho certeza que com esse pensamento irá arrumar a sua vida financeira e começar a prosperar normalmente!

    Estou a disposição para QUALQUER AJUDA que precisar!

    Forte abraço! Sucesso!

    ps: aaahhhh vende o iphoneeeeeee!!! rsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado.

      Na verdade o iPhone já está "à venda", só aguardando um comprador, mas estou correndo muito atrás, hahaha.

      Abraços.

      Excluir
  18. Opa! Lendo o que escreveu sua situação está até tranquila, já tem tudo planejado agora é só seguir o script. Recomendo começar a separar alguns livros sobre investimentos para você ir pegando algum conteúdo base.

    Abcs, boa sorte na caminhada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já estou lendo "O mercado de ações em 25 episódios", sempre acompanho o blog de todos vocês e também já li dois livros do Cerbasi: "Casais inteligentes enriquecem juntos" e "Investimentos Inteligentes".

      Estou me preparando para quando tiver grana para investir.

      Obrigado, abraços.

      Excluir
  19. Ola Carioca,

    Concordo com o que disseram acima, a cabeça no lugar você ja tem, o importante é manter este tipo de pensamento e se sacrificar um pouco ao longo deste ano mesmo.

    Não vou dizer que ja passei por isso, mas ja passei por longos anos sem poder fazer nada fora do cotidiano porque meus rendimentos batiam exatamente iguais minhas despesas.

    Achei interessante o comentário do Jose de França, neste momente creio que buscar outras fontes de renda seja uma boa.

    Espero que consiga vender o quanto antes o celular.

    Abraço e força aí!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, estou estudando as possibilidades sim.

      Em breve terei novidades.

      Obrigado, abraços.

      Excluir
  20. Olá Carioca,

    Você está no caminho certo, está dividindo para conquistar, logo vai virar o jogo e começar a investir como a gente.

    Também te adicionei na minha lista.

    Abraços e boa sorte

    ResponderExcluir
  21. Olá Carioca, bem vindo a comunidade.

    Não pude deixar de me balançar aqui na minha cama ridícula de solteiro, cansado nessa cidade merda chamado SP, ao ler que tem um iphone.

    Brincadeiras a parte sobre este aparelho maldito, você pode sair dessa. Agora é preciso levar mais vida de pobre cortando ainda mais coisas sinistras como colégio, comidas, telefone fixo, remédios que não causam morte, custos de condomínio, e qualquer tipo de superfluo.

    Você deve cortar nos filhos pois eles são aspiradores de custos e são muito folgados hoje em dia. Sua esposa também (se tem) deve se mexer.

    Despesa deve-se ser bastante agressivo nos cortes vivendo vidas espartanas para sair das dívidas.

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala grande Pobretão de vida ruim, pois é, estou tentando me livrar dele e ainda ganhar uma grana.

      Então, estou estudando alguns cortes, remédios só genéricos, gasto com mercado reduzidos, telefone infelizmente eu tenho que ter, condomínio se eu não pagar dá problema, pois moro de aluguel.

      Mas vou cortar custos, fiquem tranquilos, hahaha.

      Obrigado pelas dicas, abração.

      Excluir
  22. Não sei como funciona aí no Rio, mas aqui em SP quando a conta de telefone tava muito alta eu liguei lá pedindo pra eles baixarem, aí disseram que não era possível e eu disse que queria cancelar a linha...logo me deram 50% de desconto na internet até o ano que vem :D

    Abraço e boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, eu pago um valor baixo de telefone, então acredito que não teria como baixar mais, como não custa tentar, vou ligar pra operadora pedindo um desconto.

      A internet que eu uso é pré-paga, o serviço é muito bom, nunca dá problema e infelizmente eu sei que eles não dão descontos, nem que eu chore muito.

      Abração.

      Excluir
  23. Uma situação um tanto quanto complicada....

    Mas, o mais importante é você correr atrás do prejuizo.
    Achei bacana a ideia de criar um blog, pois irá mostrar o antes e o depois de um endividado, e servirá de exemplo para os muitos brasileiros que também estão na forca.

    Irei acompanhar seu blog e ver sua evolução financeira.

    Boa sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A idéia é exatamente essa, mostrar que é possível sair desse tipo de situação, quando temos força de vontade e sentamos para fazer as contas.

      Obrigado.

      Abração.

      Excluir
    2. Isso aí. Não deixa o tempo fazer você afrouxar o ritmo!
      Principalmente nessa fase de saldar dividas, cada real é crítico.
      Mas a sensação de se livrar dos passivos é excelente. Você vai ver.
      Bom trabalho!

      Excluir